[MANGÁ] Watashitachi no Shiawase na Jikan

| | |
Olá queridos leitores!

Eu tenho estado atônita com minhas dores de cabeça habituais, e minha insônia por culpa do medo de dormir e ter pesadelos. Sobre a faculdade, vou até abril com minha rotina doentia de fazer tarefas até tarde, e de muitas vezes madrugar pra terminar o que preciso. Em abril começa o período de provas, e minha matéria extra e EAD finalmente acabará.

Comecei a assistir Iron Fist, e espero gostar. Também pretendo me atualizar com os animes em lançamento que me propus a acompanhar, e que tenho deixado de lado pela falta de tempo. Tento ler sempre que posso, acho que é a única coisa que posso fazer pra me distrair no dia a dia, fugir um pouco da rotina.

E falando em leitura, eu vim indicar pra vocês um mangá maravilhoso que a Smoak-chan, do Coud, me indicou e que me fez desidratar, mesmo tendo um único volume de 8 capítulos. Aceitam um café?

Sinopse

Um homem sentenciado à morte por tirar a vida de 3 pessoas, que já tentara o suicídio inúmeras vezes acaba conhecendo uma mulher ex-pianista, que já tentara se suicidar 3 vezes. Isso acontece porque, na última tentativa de tirar a vida, a mulher recebe o pedido de sua tia, uma irmã, para lhe acompanhar nos encontros com detentos às quintas-feiras, às 10hrs. 

De início a mulher não gosta da ideia, mas vai mesmo assim. O homem, que está esperando a sua sentença de morte acontecer, não aceita as palavras da irmã, diz não crer no clero. A mulher acredita que ele seja somente um desalmado que merece estar onde está. 

Porém, progressivamente, ambos vão mudando suas formas de pensar. Vão conhecendo o lado um do outro e o desejo de não querer mais viver é substituído por um medo intenso da morte, por uma fome de vida e de aproveitar as pequenas coisas.

Desenvolvimento e comentários

De início soa um pouco confuso uma mulher rica e um homem que tivera força e crueldade para matar 3 pessoas (incluindo uma criança) desejarem suas mortes. Tudo se torna mais claro, porém, quando começamos a conhecer a história dessas duas pessoas de mundos diferentes.

A mãe da mulher era uma pianista famosa que abandonara a carreira por ter engravidado da menina, e por isso, ela se tornou uma pianista também: tocar fazia sua mãe feliz. Na adolescência, fora bastante reconhecida e até mesmo gravara músicas. A música da mulher também fez parte da vida do homem, quando ele era um adolescente e tinha um irmão cego e mais novo para cuidar. Se tornaram órfãos, os irmãos, e sofreram muito para sobreviver.

A razão pela qual a mulher deixa de tocar piano e passa a sentir um ódio angustiante pela mãe, como também a cena que de fato aconteceu quando o homem matou aquelas pessoas: nos é explicado. Foram pessoas tratadas com maldade e injustiça, que não tiveram alguém para ouvir suas verdades e que por isso desejaram mais do que tudo deixar tudo para trás, virar pó.

Quando os dois conhecem seus lados, uma compreensão surge. De repente, se tornam dependentes daqueles encontros às quintas-feiras, 10hrs. Suas formas de ver o mundo mudam, passam a querer viver e isso se torna avassalador e triste quando percebemos que não se pode mudar o destino: o homem está sentenciado a morrer. Ele espera todos os dias pelo momento em que alguém vai entrar em sua cela e levá-lo para o fim que antes, (agora não mais), desejava. 

Conclusão

Até a capa é linda.
Como comentei no início da postagem, eu desidratei ao ler. Chorei muito, filosofei muito também. Algo que me tocou imensamente é a forma que a melancolia dos personagens é tratada: não como besteira, sem sátiras, de modo crú, descrevendo suas dores e portanto, suas razões. Que o suicídio é algo terrível, nós sabemos, mas entender os motivos de alguém numa história é incrível, principalmente, quando não é tratado com descaso. 

Também a forma como se encontraram, falaram com sinceridade um com o outro e passaram a desejar viver, foi lindo de acompanhar. A história é curta, como já dito, tem apenas 8 capítulos, e ainda assim, tem uma história incrível. Preparem-se para chorar!

Há outros personagens adoráveis, como o diretor da prisão, que cuida do detento da história com humanidade. E a irmã, que com sua doçura tenta agir e ajudar o detento. Mas se eu fosse citá-los, a postagem ficaria muito longa!

Vocês podem ler online no Mangá Host, clicando aqui.

12 comentários:

  1. Oi Yuunie!

    Eu sou muito fã de mangá, apesar de fazer um tempão que eu não leio um, esse me parece ser o tipo de história triste, mas agradável que eu adoro ler numa tarde ensolarada ou de chuva (?) eu vou tirar um tempinho para ler sim! Já vou salvar o link do mangá host aqui huahua

    Me encanto muito com o tipo de mangá que te apresenta uma situação x e você já chega julgando e depois descobre a verdade sobre os personagens e o motivo de terem feito x coisa. <3333

    Obrigada por indicar!

    Kissus~

    Yuurei Neko
    Neko Party
    Neko High

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kim o/
      Aaaah, eu adoro ler mangá, mas tenho preferido os mais curtos pra conseguir terminar de ler logo, sabe? Nossa, verdade, ler num tempo assim é perfeito :3
      Eu realmente achei linda a história, descobrir a situação por trás dos personagens foi incrível.

      De nada, espero que goste <33

      Excluir
  2. Oii Yunnie <3
    Esse mangá está na minha lista de leitura, e isso é tudo o que posso dizer. Tô esperando o dia que eu vou ter o insight que me fará lê-lo, porque né, bad vibes e tal.

    Respondendo seus comments~
    Olha, eu acho vegetarianismo uma coisa linda, mas nunca ia conseguir seguir, e por isso nem tentei. Imagino que você ficou frustrada com isso, mas sua saúde tem que vir primeiro :> apoio a decisão! Se te ajudar, tem um projeto de uma ONG chamado Segunda Sem Carne - e a proposta é essa mesmo, de ficar um dia da semana sem comer carne. Eles também postam muuuuitaaaas receitas bem legais, e eu costumo caçar inspirações por lá pra cozinhar meus legumes!
    Sobre cozinhar carne, é difícil mesmo. Eu costumo mexer mais com carne de frango e de porco, porque são mais fáceis. Pernil com shoyu fica bem gostoso e a carne fica macia, quem sabe te ajuda? :> É só colocar tempero, shoyu (na carne crua mesmo) e esquecer um tempo em fogo baixo com a panela tampada. Cuidado com o sal, que o shoyu é salgado o/ E as receitinhas, conseguiu? Me conte depois!

    E aaawn, obrigada pelo comment <3 fico feliz em saber que você gosta do blog (e de mim? uau) e espero continuar fazendo um bom trabalho! *w*/

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shana <33
      Vai que é sucesso, é sad, mas muito lindo.

      Realmente fiquei frustrada, mas precisava ficar saudável, ainda mais que eu estava no período pesado de vestibulanda. O Segunda Sem Carne é muito legal, eu aderi e gosto de babar nas receitas!!!
      Das receitas que tu colocou, eu fiz a panqueca de banana, só acho que na próxima vez preciso deixar um pouquinho mais no fogo, mas ficou gostoso e minha mãe gostou também :3

      Shana, uma senpai e tanto <3

      Até mais >///<

      Excluir
  3. HELLO YUNNIE ^^

    Wah, juro que quando eu vi a miniatura do post na minha lista de leitura, pensei que a resenha seria sobre um romance água com açúcar desses que todo mundo gosta, me surpreendi com a sinopse e mais ainda com a crítica, aish, você tem que parar de me despertar curiosidade, vou acabar querendo ler tudo que aparece aqui, já botei na listinha também!

    ~CHU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello Carl O/
      Aaah, eu também me surpreendi lendo. Quando puder, leia, é lindo demais, sad muito sad, mas muito lindo também.
      ihcfuiezafhe~ que bom que te desperta o interesse, quando ler, venha surtar comigo!!!

      Excluir
  4. Ola o/
    Parece ser bem emocionante <3 É uma historia diferente do que costumo ler ou ver, eu como sou mole teria que ver com um balde do lado hehe

    http://crazywarriorcc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá o/
      E é bem emocionante, de fato. Aaaaaah, tu também é chorona? Leia com um balde e com uma toalha pra secar as lágrimas aihuefh~

      Excluir
  5. Ai meldels! Vou favoritar esse post para lembrar o nome do mangá. Que história mais profunda. Eu não sou de chorar fácil (eu acho), mas parece a receita perfeita para as lágrimas. Vamos testar isso. Essa capa tá muito linda também. Amei, amei a indicação! ♥
    Beijos,
    Pretty things

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nome é complicado de lembrar aihauehf~
      Eu sou suspeita pra falar já que sou chorona, mas é uma história emocionante e profunda. A capa é linda, né? Obrigada <33
      Beijos o/

      Excluir

🌜 Plágio é crime;
🌜 Evite desavenças;
🌜 Críticas construtivas são bem-vindas;
🌜 Quando não souber o que falar não fale nada;
🌜 Comente sobre a postagem, não apenas se auto-divulgue;
🌜 Tem blog? Deixe o link no final do comentário :3

Use sem espaços:
negrito: < b > texto < / b>
itálico: < i > texto < / i >
link: < a href = "l i n k a q u i" > texto < / a > mantendo espaço somente entre a e href.

©yuu